O Magnificat no Brasil: uma perspectiva a partir de uma amostra

Filipe Bernardo de Oliveira

Oriundo de projeto de pesquisa desenvolvido no Programa de Pós-Graduação Música em Contexto da Universidade de Brasília, este trabalho pretende expor os resultados obtidos do estudo acerca da presença do Magnificat no Brasil. Tal pesquisa tem como objetivo trazer ao conhecimento uma tradição que desde o século XVIII existe no país e tem passado desapercebida, como se nota na falta de trabalhos relacionados ao tema – enquanto no plano internacional a literatura é farta e diversificada. Optou-se, assim, por um levantamento do repertório de obras ao invés de uma abordagem sobre uma obra em particular, para que daí se seguira a uma delimitação que definisse claramente a prática mariana no país. Esse caráter objetivo busca não apenas uma visão panorâmica mas uma perspectiva de escopo temporal (séculos XVIII ao XXI), reduzida em razão do prazo em que está circunscrita a pesquisa. Apesar de suas raízes litúrgicas, foi percebida a existência de inúmeras obras de diversas naturezas intituladas “Magnificat”, tais como para instrumento solo, voz em vocalise, canto coletivo entre outros, destinadas tanto à liturgia (sacras) como a concertos (profanas). Portanto, fez-se indispensável uma delimitação a partir do estabelecimento de três critérios: dois deles remetem à tradição do gênero, como obra polifônica e o texto integral do Cântico de Maria; o terceiro concerne o percurso do Magnificat no Brasil na identificação de datas e locais de estreia das obras. Espera-se que o trabalho, ao apontar algumas matrizes das quais o Magnificat no Brasil descende, possa contribuir para o início de sua historicização no país.

******

This work intends to present the results of the study about the presence of Magnificat in Brazil. This research aims to bring to the knowledge a tradition that has existed in the country since the 18th century and has gone unnoticed, as can be seen in the lack of work related to the theme – while on the international level literature is abundant and diversified. It was decided, therefore, by a survey of the repertoire of works instead of an approach on a particular work, so that it followed a delimitation that clearly defined the Marian practice in the country. This objective character seeks not only a panoramic view but a perspective of temporal scope (eighteenth to twenty-first centuries), reduced due to the term in which the research is limited. In spite of its liturgical roots, it was perceived the existence of numerous works of various natures called “Magnificat”, such as for solo instrument, voice in vocalise, collective singing among others, destined as much for the liturgy (sacras) as for (profane) concerts. Therefore, a delimitation was indispensable from the establishment of three criteria: two of them refer to the tradition of the genre, as a polyphonic work and the integral text of the Song of Mary. The third concerns the course of the Magnificat in Brazil in the identification of dates and places of premiere of the works. It is hoped that the work, by pointing out some matrices of which the Magnificat in Brazil descends, can contribute to the beginning of its historicization in the country.